Tag: réveillon

Feliz 2011

A cada ano que passa, sinto que de 31 de dezembro de um ano para o 1 de janeiro de outro não passa de… uma noite. Vira-se calendário mas continua sendo só um dia após o outro. Não consigo mais me encher de esperanças de que, com a mudança de um dígito no calendário, minha vida vai mudar. Quero acreditar em novas oportunidades, novos ciclos, mas estou sem energia para tanto.

Entretanto, sei que sou uma pessoa de extrema sorte por ter à minha volta pessoas que não são como eu e, para elas, um novo tempo de renovação e esperança está por começar. E é a cada um de vocês, que abrilhantam meu cotidiano com suas presenças inspiradoras e iluminadas que eu dedico toda a energia que eu consigo capturar do fundo do meu ser para desejar que 2011 seja fantástico, maravilhoso, sem igual, muito melhor do que 2010 e apenas bonzinho se comparado com o que serão 2012, 2013, etc.

Vocês, aqui, no twitter, no Rio ou em Resende, fizeram com que 2010 não fosse completamente inútil e esquecível. Espero retribuir em 2011 ajudando a realizar seus sonhos, compartilhando alegrias ou apenas estando presente quando de mim precisarem. Muito obrigada por existirem!

Que venha 2005!

Fim do fim de ano! Nossa, como se confraterniza nesta empresa. Vários churrascos e várias “primorosas” garrafas de cerveja depois, a rotina e os horários voltam mais ou menos ao normal. Depois do natal concentrei-me nas tarefas de fim de ano no trabalho e nos preparativos para o reveillon. Havia decidido passar a virada do ano em Santos (junto com alguns daqueles amigos-mais-que-queridos que mencionei em um post passado) e pus o pé na estrada, ou melhor, na ponte-aérea. Vai entender. Fugi do tráfego irritante rumo à Região dos Lagos e acabei caindo no engarrafamento homérico rumo à Baixada Santista. Fazer o quê? Bom, no fim das contas, nem foi tão ruim: pouco mais de duas horas de estrada.

Foi um super feriado. Reencontrei muita gente querida e conheci pessoas maravilhosas das quais eu só havia ouvido falar. Foram muitas horas atualizando os assuntos, me divertindo bastante e ouvindo intermináveis comentários sobre o bicampeonato do Santos. A virada foi na beira da praia, em excelente companhia, devo dizer! Resumindo, foi um feriado bem agitado e acabei impedida de fazer a tradicional retrospectiva do ano.

Pra ser bem sincera, não sei mesmo se quero fazer retrospectiva. Basicamente, 2004 foi um ano de decisões importantes. Grandes reviravoltas. Mas que poderia ter passado sem os problemas causados por alguns tropeços e erros que só agora sei que poderiam ter sido evitados. Muitas mudanças e, taurina que sou, muita resistência também. Mas acho que a palavra de ordem para a minha vida em 2004 foi reencontro. Pode parecer piegas, mas devo ao Orkut os melhores momentos do ano. Tudo o que ele fez foi me reaproximar de pessoas que eu nem ousava mais sonhar reencontrar, fosse apenas reestabelecendo o contato ou mesmo proporcionando encontros de verdade, com abraços demorados e tudo. E tem sido maravilhoso. Mais que isso até. Uma verdadeira retomada de inspiração.

Planos para 2005? Não sei, sempre tive medo de fazê-los pra mim mesma e não cumpri-los ficando com minha consciência de juiz. Escrever, não sei se é uma boa idéia! Bom, mas vamos lá… começou, ta começado:

1) Ser menos preguiçosa e aproveitar melhor cada dia.
2) Voltar a estudar.
3) Ser menos implicante.
4) Cuidar de mim. Não vou fazer dieta (me alimento até muito bem) mas preciso me movimentar… E isso vai ser um problema! Ô!
5) Gastar menos (ou gastar melhor, se é que é possível).
6) Tomar mais cuidado para retornar todos os e-mails e telefonemas que recebo.
7) Ficar perto de quem me faz bem.
8) Ficar perto de quem precisar de mim.
9) Não perder o contato com aqueles que reencontrei em 2004.
10) Voltar a tocar um instrumento (isso depende diretamente do item 5).
11) Voltar a ir mais ao cinema. 2004 foi um desastre nesse sentido.
12) Ser feliz todos os dias. Um dia de cada vez, como tudo na vida.

Não está em ordem de prioridades e tenho certeza de que muita coisa ainda está de fora. Mas já é um avanço e tanto listá-las assim, publicamente. Vamos ver como eu me saio.

Finalizando, inspirada que estou, que desejo a todos um 2005 com todas as oportunidades do mundo assim como a mente aberta para enxergar cada uma delas e a força para perseguí-las e conquistá-las. Que consigamos realizar nossos sonhos, viver nossos amores, curtir nossas famílias e tocar nossas vidas com muita alegria, bom-humor e pessoas queridas à nossa volta. Super beijo!

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén