Um ano. Não foi bem o momento onde tudo começou, mas foi crucial. Ô! Daqueles momentos que você não quer que passe nunca. De certa forma não passou. Só mudou. Muito. Fica a saudade e uma vontade que aparentemente não tem data para se resolver. Vida que segue.