Movimento Ocupe o Flamengo

As campanhas presidenciais no Flamengo já começaram há um tempinho. O primeiro a divulgar suas intensões foi Ronaldo Gomlevsky com seu PlanetaFla. Pouco depois fomos apresentados à Revolução Rubro-Negra que lançou Affonso Carneiro Romero Dantas como candidato. Também já era conhecida a candidatura de Lysias Itapicurú.

Com o entornar do caldo incandescente de um potencial passivo superior à R$ 60 milhões ao fim da atual gestão, alguns ex-presidentes resolveram promover a Central de Oposições. Na prática é, nada mais, nada menos que um movimento anti Patrícia Amorim.

Tal movimento, batizado de Ocupe o Flamengo, é capitaneado pelos ex-presidentes Márcio Braga, Kleber Leite, Delair Dumbrosck e apoiado por ex-diretores e conselheiros como Paulo Dantas e Walter D’Agostino e foi lançado nesta segunda no Teatro Leblon com a presença de mais de 250 rubro-negros entre pré-candidatos, conselheiros, ex-atletas, sócios, torcedores e até políticos.

O discurso é bonito: ter sensibilidade e inteligência para ajudar no que for preciso ainda este ano e alçar um programa consensual e um candidato único e competitivo que represente todas as correntes de oposição pela mudança no modelo de gestão do clube a partir do próximo mandato.

Para tanto, executivos e gestores renomados – e rubro-negros apaixonados – de várias áreas de atuação estão sendo recrutados para que o projeto final a ser elaborado tenha pessoas capazes de tocá-lo com a devida expertise e profissionalismo. Rodolfo Landim, Carlos Langoni e Luiz Eduardo Baptista, entre outros formariam, a princípio, a base desta equipe que visa aplicar ao Flamengo tratamento intensivo de governança profissional (pelo menos, isso já é consenso) e colocá-lo de volta na vanguarda do futebol nacional.

Não vou negar que boa parte dessa gente toda parecer concordar com as diretrizes propostas. Entretanto basta um deles não querer abandonar o seu projeto inicial (no todo ou em parte) para que o plano todo vá por água abaixo. E, sendo muito sincera, acho extremamente complicado convergir não só as ideias, mas todas as vaidades em prol de um programa único.

Porque é disso que estamos falando: um discurso que sabemos estar na ponta da língua (o Flamengo em primeiro lugar) mas será que estará também nas atitudes? Vi várias gerações e várias correntes de rubro-negros naquela sala hoje e acredito que seria necessário um projeto realmente inovador e plausível além de uns pouquíssimos nomes que seriam capazes de lhes atrair para uma chapa única de oposição.

Os primeiros passos foram dados, ainda que independentes entre si, e algo está sendo proposto a tempo de minimizar os danos iminentes. Isso é louvável. Em outros tempos (e até em outros clubes) vimos oposições burras deixarem que as tragédias acontecessem para só então se manifestarem e apresentarem soluções.  Mas acompanhemos todos com atenção. Quem tiver direito a voto deve ter a atenção redobrada desde já. De boas intenções o inferno está cheio e, ao meu ver, estamos muito perto de lá.

Sobre Cacau

Carioca. 38 anos. Analista de Relações Internacionais. Flamenguista (herança do S.Beleza). Manqueirense (sambista sempre). Taurina. Soprano. Ruiva (quase sempre, por insistência). Chorona. Apaixonada pela sua família. DVDmaníaca. Fã de MPB, Rock, BRock, Samba e 70's songs. Viúva do Vinícius. Órfã da Maldita. Cantora sem talento. Lamenta não ser contemporânea do Elvis ou Elis. Quer aprender Tango. Viciada em Big Mac e Pinball no PC. Adora futebol E football. Troca facilmente um longo telefonema pela mesa do bar mais próximo. Vive bancando a ostra. Está sempre atrasada. Karateca cuja promissora carreira foi interrompida por uma fratura na mão direita. Lê mais que a média e menos do que deveria (ou gostaria) assim como viaja menos do que merece. É um fracasso em finanças pessoais. Quer ganhar qualquer grana na raspadinha, mas nunca as compra. Curte noitadas de Quizz e Karaokes. Tem insônia semanalmente. Adora dar presentes. Odeia sentir-se impotente. Devotada aos amigos e aos amores.
Esta entrada foi publicada em Mengão do meu <3 e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Movimento Ocupe o Flamengo

  1. Cida Gomes disse:

    Show! Perfeita sua analise, Cacau! Bom ter amigos inteligentes…prova q o mundo ainda tem chances, de se salvar!
    Nao tenho, ainda, direito de voto, mas estou atenta à tudo isdo, q vc tao bem explanou.
    Bjks

  2. Pingback: Movimento Ocupe o Flamengo « Flamenguice, Pura e Aplicada

Deixe uma resposta