Das mudanças

“The world is changed. I feel it in the water. I feel it in the earth. I smell it in the air. Much that once was is lost, for none now live who remember it.

Alguém disse ou escreveu que a única constante da vida é a mudança. Já falei tanto de mudança por aqui. O problema é que agora eu estou mais cansada, menos aberta a estas tantas novas mudanças. Na verdade eu não estava nem um pouco preparada para a maior mudança de todas: a ausência de Dalvinha na minha vida. Perto disso, todo o resto é quase futilidade. Não deveria, mas é como se fosse.

E nessa de mudar tudo de novo, estou aqui, no blog novo (thanks by the way ao Roney, ao Bruno Nin e ao Cristiano) direto do quarto novo (thanks pra Cissa) tentando manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo. Batalhando para ser eu mesma novamente, a tarefa mais difícil dos últimos tempos.

Reencontrar é preciso.

Em tempo: para os não iniciados, a citação no início do post é de Galadriel em O Senhor dos Anéis.

9 opiniões sobre “Das mudanças

  • 29 de janeiro de 2012 em 22:38
    Permalink

    Está lindo! Adorei o design. Beijo!

    Resposta
    • 29 de janeiro de 2012 em 23:13
      Permalink

      Obrigada!
      Beijo, moço bonito!

      Resposta
  • 30 de janeiro de 2012 em 08:36
    Permalink

    “Clear is the water of your well;
    White is the star in your white hand;
    Unmarred, unstained is leaf and land
    In Dwimordene, in Lórien;
    More fair than thoughts of mortal men..”

    Aeeeeeeeee, finalmente estreou! \o/

    Resposta
    • 30 de janeiro de 2012 em 13:26
      Permalink

      Song of Lórien!
      <3 S2 (L)

      Resposta
  • 30 de janeiro de 2012 em 13:30
    Permalink

    Show!
    As mudanças forçadas sao as mais doloridas,é fato. Mas tb sao elas q nos obrigam a crescer,nos fortalecer e perceber,coisas q,por vezes, nem percebíamos.
    Foi assim, nas minhas mudanças impostas pela vida (q eu apelidei de tsuna
    mi) q aprendi o significado de 2 coisas:
    1 – a importancia de dizer EU TE AMO à quem,de fato,amamos
    2 – o qto a vida é efemera,e q ela deve ser.vivida na sua plenitude (mas com responsabilidade).
    Seja bem feliz Cacau nas suas novas escolhas e caminhos.
    Bjao

    Resposta
    • 30 de janeiro de 2012 em 13:45
      Permalink

      Você sabe que eu choro à toa, né?
      E eu te amo, Cidoca!
      Uma benção ter você e Soninha por perto!
      =***

      Resposta
  • 30 de janeiro de 2012 em 13:35
    Permalink

    Sendo que, no livro, a frase é de Barbárvore (tirando a parte final, que foi acrescentada). E o blog ficou show de bola! 😀

    Resposta
    • 30 de janeiro de 2012 em 13:46
      Permalink

      Não reli o livro depois dos filmes. Lembrava do rosto da Cate citando essa passagem e fui ver o trecho do filme pra me certificar…
      Na próxima vez te pergunto antes de pagar o mico! rsrsrs
      Tks tks!

      Resposta

Deixe uma resposta