Finalmente Harry

Demorei mas acho que já dá pra falar do Cálice de Fogo sem a empolgação inicial que, muito provavelmente, me faria ser odiada por todos aqueles que ainda não viram o filme ou pior, não leram o livro. Basta dizer uma coisa: duas vezes. Fui ao cinema duas vezes pra assistir à minha aventura preferida do bruxinho. O livro é grande mas é intenso, muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, muitas conexões se revelando, mocinhos e vilões novos surgindo. O filme é acelerado, dinâmico, envolvente. Não consigo nem dizer se quem não leu os livros ficou perdido, como alguns releases divulgaram… O filme leva em conta a trama principal, o Torneio Tribruxo e o encontro tão esperado entre Harry e, errrr, Você-sabe-quem. O restante foi cortado sem dó nem piedade. Como esse é meu capítulo preferido da saga, senti falta de quase tudo (exceto da chatice do F.A.L.E.) e achava que deveria haver uma versão super-mega-hiper estendida em DVD o quanto antes. Mas acho que vou ficar na vontade… Bom, justiça seja feita e tenho que dar a mão à palmatória: nunca mais falo mal do Ralph Fiennes. Simplesmente fantástico. Agora é começar mais uma contagem regressiva e, enquanto isso, que venham As Crônicas de Narnia.

Sobre Cacau

Carioca. 38 anos. Analista de Relações Internacionais. Flamenguista (herança do S.Beleza). Manqueirense (sambista sempre). Taurina. Soprano. Ruiva (quase sempre, por insistência). Chorona. Apaixonada pela sua família. DVDmaníaca. Fã de MPB, Rock, BRock, Samba e 70's songs. Viúva do Vinícius. Órfã da Maldita. Cantora sem talento. Lamenta não ser contemporânea do Elvis ou Elis. Quer aprender Tango. Viciada em Big Mac e Pinball no PC. Adora futebol E football. Troca facilmente um longo telefonema pela mesa do bar mais próximo. Vive bancando a ostra. Está sempre atrasada. Karateca cuja promissora carreira foi interrompida por uma fratura na mão direita. Lê mais que a média e menos do que deveria (ou gostaria) assim como viaja menos do que merece. É um fracasso em finanças pessoais. Quer ganhar qualquer grana na raspadinha, mas nunca as compra. Curte noitadas de Quizz e Karaokes. Tem insônia semanalmente. Adora dar presentes. Odeia sentir-se impotente. Devotada aos amigos e aos amores.
Esta entrada foi publicada em Cinema, Livros. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Finalmente Harry

  1. Sérgio disse:

    Oi,
    Não sei bem o que comentar a respeito de “Cálice de Fogo”.Se te disser que saí inteiramente satisfeito, estaria mentindo.Como você, também acho que faltou muito coisa ainda no filme.Espero que a sequência seja mais esclarecedora.Mas confesso que ainda me sinto muito preso a minha preferência descarada e declarada pelas aventuras de Frodo e seus amigos !
    E como você sabe, minha frequência aos cinemas aumentou consideravelmente e em todos os filmes que tenho assistido, sempre tem passado traillers de “As Crônicas de Narnia”.Esse fato só serviu para aguçar ainda mais minha curiosidade e vontade de assistí-lo.Depois vamos trocar figurinhas a respeito.
    Beijos

  2. nica disse:

    Também gostei do filme, guardadas as devidas proporções – ficaria difícil fazer um filme interessante e assistível levando em consideração as 500 páginas do livro. Só fiquei com pena de ver o Ralph Fiennes tão feioso. 🙂

Deixe uma resposta