Fases da Claudinha

Recebi por email.
Meus amigos me conhecem bem…

O que mais posso dizer?
=S

Quando o Dia encontra a Noite

Absolut Light Painting – O que é excepcional para você?

Vou fazer uma jabazinho de leve aqui, mas porque a ação merece! Olhem só o que a Absolut está aprontando:

Na próxima semana, entre os dias 16 e 20 de novembro, das 21 às 22 h, ela realizará uma ação inédita de Light Painting, ao vivo e especialmente para o Facebook. Para isso, elegeu dois artistas visionários que foram desafiados a criar algo excepcional utilizando uma garrafa vazia de Absolut GLIMMER, preenchida com lâmpadas Led.

Com posse da garrafa iluminada, o calígrafo Haruo Kaneko será o responsável por dar vida às palavras escolhidas, que escritas em um ambiente escuro e captadas pelas lentes do fotógrafo Gustavo Ferri, se transformarão em uma verdadeira obra de arte, irradiando cores e energia pra quem vê por meio dos cristais presentes na embalagem de GLIMMER.

Para participar, basta enviar, no horário definido, via Facebook ou Twitter da marca, uma palavra que personifique a pergunta: “O que você quer tornar excepcional agora?” ou então que represente o que é excepcional para você naquele momento. Os artistas selecionarão 20 palavras por sessão (serão 5 no total) e, a partir delas, criarão imagens com a técnica do Light Painting, que serão exibidas ao vivo no Facebook. Serão apenas 100 pessoas escolhidas.

Para os que ficaram curiosos e quiserem saber como o Light Painting é preparado, podem acompanhar o vídeo com o making of do processo, já postado no site e nas redes sociais de ABSOLUT ou aqui.

Não percam!!!

Poesia Miojo II

Pede um afago como quem pede desculpas
meio de lado, como menina travessa
quando o mundo sufoca.

Menina, coração como o teu
não pede, reina absoluto
neste imenso deserto
do eu – eu – eu

E tal qual como paradigma
sofre de solidão imensa
por procurar o que não acha
e achar-te sozinha

Ora, amiga minha
olha à tua volta
– tudo que é único é adorável

Outra que ganhei do amigo A.B. quando pedi afagos.
A primeira tá aqui.

Obrigada, novamente, querido!

Poema em Linha Reta – Fernando Pessoa